Avenida Cardeal Motta, 84 - Entre o City América e rodovia dos Bandeirantes

Tel. 3834-2176

 

Inaugurado em julho de 1992, em uma área remanescente do loteamento “City América”, o Parque nasceu de um programa de Cooperação Técnica entre as Prefeituras de São Paulo e de Toronto, no Canadá, que tinha como objetivo propiciar aprimoramento profissional, consultoria e transferência de “know-how” entre os técnicos das duas cidades. Este Parque é também fruto de uma reivindicação da população local, que há muito vinha solicitando sua construção para evitar os constantes acidentes que ocorriam no lago, procurado como uma forma de lazer na região. Foi esse mesmo lago, elemento comum na paisagem canadense, que motivou a escolha do local para o intercâmbio entre as duas Prefeituras. Os equipamentos mais procurados do Parque são o playground e a “wading-pool”, localizados lado-a-lado, sendo que o primeiro possui um conjunto de brinquedos típicos dos parques canadenses. Os brejos e o lago constituem grande parte da área do Parque, que apresenta, por isso, uma fauna com morada e hábitos típicos desses ecossistemas. No brejo os animais encontram abrigo, alimentação abundante e locais privilegiados para a construção de ninhos protegidos de predadores. Vivem no parque frangos-d’água,  martins-pescadores-grandes, biguás, socós-dorminhocos, garças-brancas-grandes, preás, cobras-d’água e jararaquinhas-do-campo.

 

O Parque passou por um processo de recuperação de áreas degradadas com a implantação de 120 espécies de árvores nativas para proporcionar a proteção de encostas contra erosão, reduzir o assoreamento do lago, melhorar a qualidade da água, proteger as nascentes,  preservar e enriquecer o ecossistema local. Foram plantadas espécies encontradas às margens de bacias hidrográficas para a formação de mata ciliar. São também encontradas plantas aquáticas, e outras árvores distribuídas de maneira esparsa possibilitam sombreamento em locais de passeio. Marcando o convênio Brasil-Canadá, foi implantado um bosque de coníferas, vegetação característica  da paisagem canadense. 

 

Infra–estrutura: Churrasqueiras, quiosque, palco, aparelhos de ginástica, pista de cooper, sanitários, playground com brinquedos típicos canadenses, quadras poliesportivas, espelho d'água, nascente e passeios sobre o lago e a várzea (trapiches).

 

Fauna: Frangos-d’água, martins-pescadores-grandes, socós-dorminhocos, biguás, garças-brancas-grandes, preás, cobras-d’água, jararaquinhas-do-campo, irerês, viuvinhas, gaviões e outros.

 

Flora: Reflorestamento com espécies nativas de Mata Atlântica, brejo, bosque com espécies que caracterizam a paisagem canadense e áreas ajardinadas. Destacam-se exemplares de ingá, ipê-rosa, copaíba, paineira, manacá-da-serra, plátano, liquidâmbar, cipreste e capim-dos-pampas. (Prefeitura de São Paulo) 

   

PISTA DE CAMINHADA / COOPER 

A pista vai de um lado ao outro do parque e tem chão de terra, pedras e madeira (ponte), passando entre a vegetação, sobre o grande lago e próxima as grades, e um trecho com escadas. Dá para caminhar ou correr em qualquer ritmo e sem enjoar, pois mesmo com suas pontas sendo de lados opostos, é possível escolher caminhos sem ter que dar meia-volta. No lado oposto das duas entradas, há uma mini trilha com cerca de 300 metros rodeando internamente a grade de proteção, com chão irregular de terra, folhas e raízes expostas das grandes árvores. O começo fica ao lado dos equipamentos de ginástica - barras de flexão e abdominais - e termina ao lado da entrada da ponte sobre o lago. Curta, simples e fácil, mas requer atenção para não escorregar e cair para dentro da nascente do lago, principalmente em dias de piso molhado ou cheio de folhas e galhos.  


Queremos mais atividades esportivas e de lazer, que as quadras e a pista de caminhada tenham manutenção regular, que as pontes sobre o lago e os decks sejam restaurados, que árvores frutíferas sejam plantadas para atrair e manter pássaros, presença diária da GCM para inibir os assaltos e que o lago seja limpo, livre do esgoto e com muitos peixes. Clique na foto para assinar a petição.


MATÉRIAS RELACIONADAS COM ESTE ASSUNTO