HOSPITAL PINEL PIRITUBA

Av. Raimundo Pereira de Magalhães, 5.214 Pirituba - Tel. 3993-8200

Em frente ao terminal Pirituba

 

Construído na antiga Fazenda Anastácio, o CAISM “Philippe Pinel” completou no ano de 2021, 92 anos de existência e de atividades assistenciais à saúde mental junto à população. Ao longo desses anos o hospital passou por diversas transformações. Fundado no século passado, no ano de 1929 pelo Dr. Pacheco e Silva e outros, era chamado de Sanatório Pinel de caráter privado com objetivo de atender famílias com alto poder aquisitivo. Em 29/08/1944 o Governo do Estado de São Paulo adquiriu o acervo social do Sanatório Pinel que passou a se chamar Hospital Psiquiátrico Pinel. Atendia pacientes de todas as camadas sociais, principalmente de baixa renda, tornando-se então, uma instituição de pacientes crônicos voltados ao sexo feminino. Nesta mesma época já existia a Chácara Paraíso que era uma extensão do Hospital Psiquiátrico Pinel, localizada na Vila Clarice a minutos do hospital. O Pinel era formado por 06 pavilhões femininos, já a Chácara Paraíso continha 03 pavilhões, sendo 02 femininos e 01, além de promover atividades ligadas a pesca e pecuária desenvolvida pelos próprios pacientes internos. No ano de 1976, uma Chácara Paraíso teve encerradas como suas atividades na área da saúde, passando o espaço físico para outra esfera da administração pública. Somente em público de 1984 o Hospital Psiquiátrico Pinel passou a atender pacientes do sexo masculino, tornando-se assim, um hospital misto. além de promover atividades ligadas a pesca e pecuária desenvolvida pelos próprios internos. No ano de 1976, uma Chácara Paraíso teve encerradas como suas atividades na área da saúde, passando o espaço físico para outra esfera da administração pública. Somente em público de 1984 o Hospital Psiquiátrico Pinel passou a atender pacientes do sexo masculino, tornando-se assim, um hospital misto. além de promover atividades ligadas a pesca e pecuária desenvolvida pelos próprios internos. No ano de 1976, uma Chácara Paraíso teve encerradas como suas atividades na área da saúde, passando o espaço físico para outra esfera da administração pública. Somente em público de 1984 o Hospital Psiquiátrico Pinel passou a atender pacientes do sexo masculino, tornando-se assim, um hospital misto.   

 

 

Em 1998, iniciou-se um estudo por parte da Secretaria de Administração para implementação de um novo modelo organizacional, modificando o organograma atual, para que se tornasse um complexo hospitalar. Em 16 de maio de 2008, com o decreto 53.004, o novo organograma hospitalar recebeu a aprovação do governo do Estado de São Paulo e o hospital tornou-se um Centro de Atenção Integrada em Saúde Mental (CAISM). Atualmente, o CAISM Philippe Pinel é um hospital de administração direta da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, que tem como missão: “garantir atenção integral, humanizada e qualificada à pessoa com transtorno mental severo e promover sua inclusão social de acordo com a evolução da Política Nacional de Saúde Mental, os princípios da Reforma Psiquiátrica e do SUS. Visão: “Ser Referência Nacional em Saúde Mental".

 

Em 2021, o Hospital Pinel Pirituba atende mulheres com deficiência mental, homens com dependência química e crianças autistas.

 

  

BIBLIOTECA

 

Quando foi inaugurado, o Pinel era uma instituição particular que só abrigava mulheres, paradigma que permanece até hoje para muitas pessoas, e este prédio era um cassino usado quase exclusivamente pelos maridos das pacientes. Depois que passou a ser do Estado, o hospital foi sendo atualizado assim como seu conteúdo, preservando sua arquitetura e adaptando o espaço às suas reais necessidades. A entrada desta construção tem uma pequena sala com um “roupeiro”, mesa de centro, banco, piano e cadeiras da época, iluminados por uma porta com vitrais coloridos e um lustre pequeno. Além da arquitetura preserva, alguns objetos antigos fazem parte da decoração do local, como medidores para fazer remédios, uma máquina de escrever e uma máquina de costura, quadros com os projetos do prédio, um visor para exames de raios-X e um relógio com cartão de ponto acionado por manivela, entre outros. Ela foi desativada e deu lugar a uma ampliação do anfiteatro; o material está preservado em outro local, indisponível para visitação.

 

 

ANFITEATRO  

 

O salão que abriga o anfiteatro tem capacidade para 100 pessoas sentadas, telão, projetor e som. À esquerda, onde ficava a biblioteca, foi adaptado para ser uma ampliação do anfiteatro.

 

 

ÁREA DE GINÁSTICA

 

Aparelhos ao ar livre para uso dos pacientes, bem no centro do Pinel, ao lado da avenida que liga a administração e o anfiteatro.

 

 

CAPELA

 

Reinaugurada em 07 de outubro de 2011, após uma restauração que manteve suas características originais. Participaram funcionários e pacientes do CAISM que lotaram o pequeno espaço construído originalmente para receber 50 pessoas. Localizada às margens da avenida Raimundo Pereira de Magalhães, mas não visível a quem passa por esta via por estar em meio a imensa vegetação, a capela traz tranqüilidade em meio a um visual relaxante.  

 


 

Conheça um pouco do Pinel neste vídeo exclusivo feito em agosto de 2021

 


 

EVENTO DE 92 ANOS (26/08/2021)

 


 

COMPARTILHE ESTA PÁGINA