CAPELA DO HOSPITAL PINEL PIRITUBA 

 

CAPELA DO JARAGUÁ CLUBE CAMPESTRE

 

CAPELA DA ESCOLA DE SOLDADOS PIRITUBA

 

CAPELA SANTA CRUZ DE PIRITUBA

Rua Stéfano Mauser, 661 - Chácara Paraíso - Entrada da Fundação Casa

 

Prédio do século XIX, a Capela foi restaurada durante pouco mais de dois anos pelos adolescentes internados na CASA Pirituba, a 500 metros do local. A reinauguração foi em 20/04/2011 em uma cerimônia ecumênica que marcou a data, momento em que também aconteceu a entrega dos certificados aos dez jovens que participaram da última turma do curso de restauração, com a presença de familiares. A restauração arquitetônica da capela, localizada dentro dos limites da unidade e pertencente à paróquia de Nossa Senhora da Expectação (da Freguesia do Ó), começou em janeiro de 2009. Sob a orientação e supervisão de profissionais, os adolescentes ajudaram em todas as etapas do restauro – só não participando diretamente quando um procedimento exigia a força física de um adulto. Foi a teoria aliada à prática.

 

No curso, eles tiveram aulas sobre as práticas de restauro, limpeza inicial, montagem de acessos, identificação de materiais e diagnóstico de patologias (problemas aparentes em paredes, imagens sacras, entre outros), preparação de argamassa, elétrica, drenagem, pintura, entre outros. Cada turma teve duração média de três meses. A que se formou por último foi a que terminou todo o processo executado pela Companhia do Restauro, sob coordenação da organização Museu a Céu Aberto. A restauração impactou tanto na paisagem da unidade – antes a capela construída em 1894 encontrava-se em péssimas condições de conservação – quanto na vida de alguns dos adolescentes participantes.

 

“Quando eu estava na rua, não queria saber de nada e só destruir o que existia na sociedade e hoje penso mais no coletivo”, afirma um interno de 20 anos, que participou do processo desde o início. “A capela estava muito mal conservada e mudou e essa coincidência também aconteceu comigo”, completa o jovem internado há dois anos e 9 meses na CASA Pirituba. Ele considera que a pintura foi uma das atividades em que pôde colocar seu talento em prática. Para a presidente da Fundação CASA, o curso representa o espírito dos cursos de qualificação profissional realizados pela instituição. “A ideia é fornecer uma gama variada para que os adolescentes, ao deixarem a Fundação, tenham opções de inserção no mercado.” Ao todo, a CASA oferece 69 diferentes cursos, agrupados em oito áreas de atividade. (fundacaocasa.sp.gov.br). 


MATÉRIAS RELACIONADAS COM ESTE ASSUNTO