Localizada no município de Santo André (SP), Paranapiacaba é uma charmosa vila de arquitetura inglesa que já se candidatou a Patrimônio Mundial da Humanidade e foi testemunha de uma importante fase de expansão da tecnologia ferroviária no Brasil na segunda metade do século XIX. 


VIAGEM DE IDA

 

PÁTIO FERROVIÁRIO, RELÓGIO E ESTAÇÕES - Em 1874 foi inaugurada a Estação do Alto da Serra que, mais tarde, seria denominada Paranapiacaba. No ano de 1898 foi erguida uma nova estação com madeira, ferro e telhas francesas trazidos da Inglaterra e com o grande relógio fabricado pela Johnny Walker Benson, de Londres. A primeira estação foi desativada e em 15/07/45 a "Estação do Alto da Serra" passou a se denominar "Estação de Paranapiacaba". Em 1977 a segunda estação foi desativada, dando lugar à atual e o relógio foi transferido para a base de tijolo de barro atual. 

 

IGREJA - Em sua origem chamava-se Capela do Alto da Serra, e recebeu licença quinquenal para celebração de missas pela primeira vez em 08/08/1884, quando sua construção foi iniciada. Com a criação da paróquia de Ribeirão Pires em 1911, a igreja do Bom Jesus do Alto da Serra passou a ser ligada a ela. Hoje, a igreja de Paranapiacaba é anexada à paróquia de Rio Grande da Serra.

 

CEMITÉRIO - Fundado em 25/07/1900, possui aproximadamente 600 Jazigos de concessão perpétua construídos em uma área de 20.000 m². Construído pelos Ingleses que trabalhavam na estrada de ferro, pois naquela época ocorreu uma epidemia muito forte que levou a óbito centenas destes operários, que estando longe de seus lares, eram ali sepultados. Foi tombado como patrimônio histórico pelo Município. 

 

CASTELINHO - Localizado no alto de uma colina, foi construído por volta de 1897 para ser a residência do engenheiro-chefe que gerenciava o tráfego de trens na subida e descida da Serra do Mar, o pátio de manobras, as oficinas e os funcionários residentes na vila. Sua imponência simbolizava a liderança e a hierarquia que os ingleses impuseram a toda a vila; ela é avistada de qualquer ponto de Paranapiacaba. Dizia-se que de suas janelas voltadas para todos os lados de Paranapiacaba, o engenheiro-chefe fiscalizava a vida de seus subordinados, não hesitando em demitir qualquer solteiro que estivesse nas imediações das casas dos funcionários casados. Foi restaurado pela prefeitura de Santo André em parceria com a World Monuments Fund.


VIRADOURO - Dispositivo utilizado manualmente para reverter ou alterar o sentido das locomotivas e/ou vagões. O Expresso Turístico também usa este equipamento.


PAU DA MISSA - É um eucalipto centenário originalmente utilizado para avisos relacionados às missas de sétimo dia. Devido a sua boa localização, entre a parte alta e a parte baixa, esta árvore tornou-se um dos símbolos de Paranapiacaba, pois servia como suporte para informações da comunidade, integrando as duas partes da vila.


MUSEU DO FUNICULAR - Exibição das máquinas fixas do quinto patamar da segunda linha e a do quarto patamar da primeira linha, que transportavam o trem por meio do sistema funicular - um carro de cabos que circulava sobre trilhos; a sua principal função era o transporte de passageiros ou carga ao longo de encostas. Uma linha de funicular é normalmente constituída por dois carros puxados por um cabo de aço, um em cada extremo da linha; partem ao mesmo tempo numa linha única, e no meio do percurso a linha dividia-se em duas permitindo o cruzamento. No museu há também a exposição de diversos objetos de uso ferroviário, fotos e fichas de ex-funcionários da ferrovia.

 

PARQUE NATURAL DE NASCENTES - Unidade de Conservação Municipal com 400 hectares, tem como objetivo proteger a paisagem natural e a formação de um extenso corredor ecológico voltado a preservação e sustentabilidade da Mata Atlântica, integrante à área tombada como Reserva da Biosfera do Cinturão Verde de São Paulo pela UNESCO. Atualmente o parque possui cinco trilhas abertas a visitação e dois Núcleos de Interpretação Ambiental.


FOTOS DIVERSAS - A chuva atrapalhou nossa viagem, mas voltaremos em breve para conhecer os pontos turísticos que não constam nesta matéria.


VIDEO - Trechos da viagem de ida, que levou 2 horas da estação Luz até a estação Paranapiacaba, com parada de 10 minutos na estação Santo André.


MATÉRIAS RELACIONADAS COM ESTE ASSUNTO