LEI DO ZONEAMENTO

O projeto da Lei de Zoneamento, aprovado na quinta-feira (25/fev) pela Câmara de São Paulo, fez concessões a instituições religiosas, clubes e construtoras e ameaça a demarcação de áreas verdes na Zona Sul e Norte da cidade. Os vereadores aprovaram, por exemplo, a possibilidade de instalação de um lixão na Vila Jaguará. Ambientalistas reclamaram da área na Vila Jaguara que foi demarcada de forma a permitir a construção de um lixão. O vereador Paulo Frange (PTB), relator do projeto, afirma que o governo quer destinar o espaço a uma estação de transbordo pela proximidade com a Rodovia Anhanguera. "Na minha visão, independentemente do zoneamento, essa situação acontece até porque esse caso está em processo de licenciamento e já tem protocolo. Não podemos enganar a população daquela região dizendo que vamos resolver o problema deles colocando ou tirando a Zeis [Zona Especial de Interesse Social] 3 desse local." A lei, que cria regras para o uso e ocupação do solo, foi aprovada por 45 votos a favor e oito contra, e agora o projeto segue para a sanção do prefeito Fernando Haddad (PT).


A VERSÃO DA LOGA

PANFLETO ENTREGUE PELA LOGA NA  REUNIÃO DO CADES PIRITUBA EM 18/01/2016
PANFLETO ENTREGUE PELA LOGA NA REUNIÃO DO CADES PIRITUBA EM 18/01/2016

O que é um transbordo?

É o local onde ocorre a transferência do resíduo coletado em alguns setores da cidade por caminhões menores (compactadores de coleta) para carretas grandes, para que seja levado para o aterro. 

Por que é importante para a cidade? 

Estações de transbordo são fundamentais, pois os caminhões circulam menos pela cidade e podem voltar mais rapidamente para os bairros e finalizar seus trabalhos, possibilitando melhor prestação de serviço para a população. 

Quem será beneficiado?

Os resíduos de mais de 2 milhões de munícipes serão encaminhados à Estação de Transbordo Anhanguera (ETA) permitindo que 27 distritos tenham melhores condições de coleta e saneamento urbano. 

Como funciona um transbordo?

A transferência dos resíduos ocorre em um galpão fechado com tecnologias que impedem que os odores saiam para a atmosfera: 

- possui filtros que limpam o ar, antes de sua liberação, até 10 vezes por hora;
- é revestido com telhas acústicas que eliminam barulhos;
- o galpão possui sistema de exaustão que opera em pressão negativa, o que impede a saída do ar para a área externa; 
- o fosso é impermeabilizado, sem riscos de contaminação do solo ou da água;
- todo líquido proveniente dos resíduos (popularmente chamado de chorume) é captado e tratado pela Sabesp. 

Qual interferência a construção do transbordo trará para a comunidade? 

Basicamente nenhuma. Para a rua em frente ao empreendimento poderá haver a circulação de caminhões. Ainda assim, estes caminhões não impactam as ruas menores, pois suas saídas e entradas se darão por vias de grande circulação como a Marginal Pinheiros e Rodovia Anhanguera e eles não transitarão pelas ruas internas do bairro. 

Qual o trajeto dos caminhões no bairro?

As chegadas serão feitas pela Av. Alexandre Colares percorrendo um pequeno trecho da Av. Manoel Domingos Pinto. As saídas serão feitas pela Av. Alexandre Colares e Rodovia Anhanguera. Serão 93 caminhões e 27 carretas, em horários espaçados, o que não irá gerar trânsito no bairro e não circularão pela área residencial. Todas as manobras acontecerão apenas no interior do terreno da ETA. 

Medidas ambientais

- Poucas árvores serão removidas. E como compensação será realizado plantio e paisagismo no local.
- Diversos programas ambientais para controle de fauna, ruídos, vetores, odor e trânsito serão adotados.
- O mais importante: serão realizadas melhorias no entorno, limpeza das ruas e plantio de árvores. 

O projeto não implicará em desapropriações

A Loga já dispõe do terreno para a construção da estação e não tem nenhum projeto para tirar as pessoas de onde estão instaladas. 

Vai encher de ratos, insetos e pombos, todos vetores de doenças?

Não. A Estação irá dispor de controle de pragas para impedir a presença de ratos e insetos. A população de pombos também será monitorada e haverá medidas para limitar ao máximo sua presença. 

Os caminhões vão derramando chorume nas ruas quando passam?

Não. Os veículos que fazem a coleta possuem um dispositivo para armazenar os líquidos, que também são enviados para tratamento. 

Deve ser seguro trabalhar na Estação. Todo mundo usa equipamento de proteção o tempo inteiro.

Verdade. A filtragem do ar na Estação garante um ambiente de trabalho saudável. Além disso, os colaboradores passam por exames periódicos e usam equipamentos de proteção (EPI), que são constantemente renovados. 

A Loga é obrigada a ter laudos ambientais e de segurança do trabalho?

Sim. Periodicamente, realiza análises de qualidade do ar, de emissões atmosféricas, de fauna, de ruído e de odor, cujos níveis devem atender às legislações e padrões ambientais em vigor. Segue à risca uma ferramenta da Fundacentro de reconhecimento e avaliação de riscos laborais e adota todas as medidas necessárias para garantir a manutenção da saúde dos colaboradores. 

Obras/operação 

Durante a construção e operação do transbordo, além de mais segurança para o local, o projeto irá gerar mais empregos na região.




A VERSÃO DOS MORADORES

 

 

Associação de moradores do Pq Anhanguera em manifestação em frente ao terreno comprado pela LOGA Ambiental e onde está prevista a construção de uma estação de transbordo de lixo. 

Neste projeto virá lixo de 9 subprefeituras para a Lapa, por 20 anos. Por todos os lados de norte a sul, leste a oeste os caminhões de lixo transitarão em nossas ruas, noite e dia. Nossos principais questionamentos continuam sem resposta, em caso de sair este equipamento,  que são:

  • Apresentação do plano de mobilidade para a Lapa. Quais ruas passarão estes caminhões?
  • Próximo ponte Anhanguera o transito já é ruim. Medidas mitigadoras.
  • Justificativa da construção deste equipamento, simplesmente, é redução de custo operacional para a Loga.
  • Qual contrapartida a Lapa teria desta empresa?
  • A manutenção de nossas ruas ficaria a cargo da sub prefeitura?
  • Previsão de 1 (um) caminhão a cada dois minutos e meio chegado na estação. Chorume, ruído, vetores...
  • Que equipamentos públicos de fato a Lapa precisa, sem ser outro lixão?

Chega de sermos a rota do lixo da cidade. 

 

Rosi Dias

Movimento contra o Lixão


MATÉRIAS RELACIONADAS COM ESTE ASSUNTO