O RUGBY NO BRASIL COMEÇOU EM PIRITUBA


No livro de Tomás Mazzoni, “História do Futebol no Brasil” encontra-se a afirmação de que o rugby foi introduzido no Brasil ainda no século XIX: “O historiador Paulo Varzea afirma que o primeiro clube de esportes (terrestre e ao ar livre) fundado em 1875 pelos Srs. H.L. Wheatley, A. MacMillan, C.D. Simmons, Amaral, Robinson e Cox, recebendo posteriormente a denominação de Paissandu Atlético Clube. Foi esse o primeiro clube organizado no Brasil, mas a tentativa para a prática do futebol entre seus sócios durou pouco, contando-se mesmo o fato seguinte: familiarizado com o futebol, Oscar Cox mandou buscar em Londres uma bola redonda, por volta de 1896, mas teve que, por impropriedade do terreno para o ‘soccer’, aproveitá-la nos exercícios de ‘rugby’ do clube”. Mazzoni segue dizendo: “O segundo clube surgido em terra carioca foi o do Clube Brasileiro de Futebol Rugby, primeiro a cultivar este esporte no Brasil, fundado em 12 de setembro de 1891, pelos Srs. Alfredo Amaral Fontoura, Virgílio Leite, Oscar Vieira de Castro, Edwin Ral, Sidney Cox, Augusto Amaral e Luiz Leonel Moura, este jovem brasileiro, recém chegado da Inglaterra, onde fora educado no ‘Elizabeth College’, da ilha de Guernsey, no qual aprendera o ‘rugby’ e o futebol ‘soccer’. Foi por sua iniciativa que se introduziu no Rio o ‘rugby’, que logo encontrou adeptos, enquanto que o futebol ‘association’, tentado pelos rapazes do Clube Brasileiro de Cricket e reeditado por Moura, entre 1892 e 1893, foi depois esquecido.” Mas ao que parece, o rugby tinha outros amantes.


Mazzoni, no mesmo livro, relata: “Em 1896 regressava dos Estados Unidos o Sr. Augusto Shaw, professor do Mackenzie College, que passou a desenvolver grande propaganda do Bola ao cesto e do rugby. Além de futebolista, Charles Miller foi ‘cricketer’ famoso, consagrado tenista e temível ‘rugby player’. Em 1888 organizara o primeiro time de rugby em São Paulo o São Paulo Atlético Club famoso como SPAC.” Porém o desporto só começou a ser praticado com regularidade no país a partir de 1925, em São Paulo, no São Paulo Athletic Club. Neste ano, o Sr. Gordon Rule reuniu jogadores que moravam em São Paulo e que por acaso tivessem praticado esta modalidade de esporte. Cerca de 40 pessoas foram agrupadas em duas equipes que jogavam entre si nos fins de semana, no campo do Floresta e subsequentemente no do C.R. Tietê e no do C.A. Paulistano. Posteriormente, passaram a utilizar-se do Campo do São Paulo Athletic Club em Pirituba - o campo dos ingleses, como era chamado. Neste mesmo ano, surgiram novas equipes em Santos e no Rio de Janeiro. Em maio de 1926, uma série de jogos interestaduais foram realizados no Brasil. No dia 23, os cariocas venceram os paulistas por 23 a 3; na semana anterior, no dia 16, a equipe de São Paulo havia vencido a de Santos, no primeiro jogo entre as duas cidades. Um jogo interestadual foi de fato jogado em 1911 e alguns outros até antes, mas infelizmente não se tem dados a respeito dos mesmos. Nesta época, os jogadores, na sua grande maioria, eram membros ou filhos da colônia inglesa; outros, em menor número, eram sírio-libaneses que haviam estudado na Inglaterra. No período compreendido entre 1926 e 1940, foram realizados todo ano algumas partidas entre quadros cariocas e paulistas. Esporadicamente, eram realizados jogos internacionais, como contra os Springboks (seleção da África do Sul) em 1932, e contra a Seleção Britânica em 1936, além de partidas amistosas contra equipes de tripulantes de navios que atracavam nos portos de Santos e do Rio de Janeiro.

A partir da Segunda Guerra Mundial, os ingleses que moravam no Brasil, que praticavam o rugby, foram chamados para defender os países aliados. Desta maneira, o esporte deixou de ser praticado entre os anos de 1941 a 1946. No ano seguinte, as partidas voltaram a acontecer. Em 1947 os jogos voltaram a ser realizados, porém com menor frequência devido ao pequeno número de jogadores interessados. Tanto que, nesta época, eram disputados apenas jogos entre paulistas e cariocas; os santistas já não conseguiam reunir condições suficientes para formar um time. A partir de 1960, atletas do São Paulo Athletic Club passaram a representar a agremiação. No mesmo ano, surgiu o Aliança Rugby Football Club, formado por atletas argentinos, franceses, ingleses e alguns brasileiros. A mesma iniciativa de se formar um clube surgiu entre os integrantes da colônia japonesa, que criaram em 1961 o São Paulo Rugby Football Club. Com o crescimento da modalidade do país, foi fundada em 6 de Outubro de 1963 a União de Rugby do Brasil (URB), com sede em São Paulo. O idealizador da entidade foi Harry Donavan. Em 1964, a URB idealizou o 3º Campeonato Sul-Americano de Rugby. Na competição, o Brasil foi vice-campeão. Este torneio trouxe novo impulso, surgindo então, pela primeira vez, a categoria juvenil com a formação das equipes do São Paulo Athletic Club, Colégio Liceu Pasteur e Bertioga Rugby Clube.Em outubro de 1966 aconteceu a primeira partida entre duas escolas de ensino superior, entre a A.A.A. Horácio Lane, da Escola de Engenharia da Universidade Mackenzie e a A.A.A. Oswaldo Cruz, da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

 

Em 1971, houve o início do desenvolvimento do rugby infanto-juvenil em São Paulo. No ano seguinte, em 30 de Dezembro, surge a Associação Brasileira de Rugby (ABR), em substituição a URB. A nova entidade foi reconhecida pelo Conselho Nacional do Desporto. Em 1973, a ABR organizou o 7º Campeonato Sul-Americano de Rugby, em São Paulo. Cinco anos depois, a entidade promoveu o 4º Campeonato Sul-Americano de juvenis. No início de 2010, a Associação Brasileira de Rugby muda seu nome para Confederação Brasileira de Rugby. A alteração acontece para a entidade se adequar a estrutura administrativa esportiva do Brasil e facilitar o apoio por parte do COB (Comitê Olímpico Brasileiro).



Um clube criado com o propósito de reunir todos que querem um time de rugby em PIRITUBA 


O Pirituba Rugby Clube passou por renovações nesse último ano de 2015 e agora está com novo Presidente (Leandro "Buba" Sato) que já fazia parte do clube a alguns anos e assumiu também o cargo de treinador interino do clube. Para esse ano de 2016 o Pirituba Rugby Clube está buscando novos parceiros e apoio com algumas empresas relacionadas ao esporte para podermos difundir cada vez mais o esporte não somente dentro do Bairro de Pirituba mas também estender a proposta de captar novos jogadores e apreciadores pelos demais bairros da Zona Oeste. Estamos investindo com muito afinco em ações que levem o nome do Clube e do Rugby para todas as pessoas que ainda não conhecem o esporte ou que já por alguma razão souberam e conhecem pouco sobre o esporte mas que gostariam de conhecer mais sobre esse esporte que mais cresce no País e que tem participação nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Qualquer empresa que estiver interessado em ser nossa parceira no desenvolvimento do esporte, pode nos contatar através dos links acima, será um prazer poder ter mais pessoa envolvidas em prol do Rugby. 

 

Eduardo Soares

Manager e Dir. Marketing & Financeiro / Pirituba Rugby Clube


Os Atletas do Pirituba (Betão, Giga, Matuidi, Momozinho, Barnabé, Mama e Aninha) juntamente com a Diretoria realizaram um processo de revitalização no campo aonde são realizados os treinos (Praça do Condomínio Jardim Vista Verde - rua Des. Manoel Carlos da Costa Leite). Agradecemos também à Prefeitura do Estado de São Paulo pela equipe que foi enviada para realizar à jardinagem na praça. Cuide do que é seu, valorize seu espaço e principalmente faça algo que você goste. O Pirituba Rugby é isso, uma família em prol do crescimento esportivo juntamente com seus colaboradores Atamed e Decathlon sempre apoiando o esporte. 


MATÉRIAS RELACIONADAS COM ESTE ASSUNTO