Inaugurado em 1982 em área remanescente de um plano de arruamento aprovado pela Prefeitura, que era anteriormente utilizada como campo de futebol por um time local. Localizado em área de encosta, com topografia acidentada, nascentes e lago, o parque destaca-se pelos passeios e áreas de descanso em meio à mata, e também pelas atividades esportivas no campo de futebol e quadras. Sua vegetação é composta por áreas ajardinadas e bosques. Destacam-se alfeneiro, angico, bico-de-pato, canafístula, ingá-banana, grevílea-gigante, guapuruvu, jacarandá-de-espinho, jacarandá-paulista, jequitibá, quaresmeira, tipuana, unha-de-vaca entre outras. Foram registradas 70 espécies, das quais acopaíba e o xaxim estão ameaçados.

 

Foram identificadas 23 espécies de fauna, das quais 22 são aves como tico-tico, rolinha, bem-te-vi, beija-flor-tesoura, pitiguari, canário-sapé, sabiá-laranjeira e sabiá-poca. Algumas aves como o suiriri apresentam hábito migratório. Além disso, há a ocorrência de duas espécies endêmicas de Mata Atlântica: periquitoricoe o pica-pau-anão-de-coleira. Recentemente foram relatadas visitas detucano-toco. O gambá é o único mamífero registrado no parque.

 

Infraestrutura: Pista de caminhada, bicicletário, quadra de campo, quadra de bocha, quadra poliesportiva, mesas com tabuleiro de xadrez e dama, mesa de pingue-pongue, sanitários e playgrounds. Aos domingos funciona também o Bosque da Leitura (SMC). (Prefeitura de São Paulo) 

 

FOTOS

Clique no Play e aguarde a reprodução automática ou escolha por slide

 

 

PISTA DE CAMINHADA


O parque é grande e tem uma variação no relevo. Pela entrada principal inicia-se pela parte alta, e conforme vai se andando por dentro dele, qualquer que seja a direção das várias opções de pista em grande parte cimentada, acaba-se indo para a parte baixa, mas vale o passeio por todo o local. A pista passa por várias áres de descanso com mesas e bancos principalmente na parte média do parque, e na parte mais baixa um lago com gansos, um playground para as crianças e um grande campo de futebol. Exige dedicação, mas com ritmo leve dá para aproveitar o exercício e o passeio.


O NOME SÃO DOMINGOS 

O nome do parque tem origem no nome do bairro e distrito, que homenageia o santo católico São Domingos Sávio. Domingos Sávio, em italiano: Domenico Sávio, (Riva presso Chieri, 2 de abril de 1842 — Mondonio di Castelnuovo d'Asti, 9 de março de 1857) foi aluno de São Bosco, e toda a sua vida foi composta por uma busca da santidade segundo a fé católica. O amado e jovem Domingos Sávio teve uma vida de muita sensibilidade e em pouco tempo percorreu um longo caminho de santidade, obra mestra do Espírito Santo e fruto da pedagogia de são João Bosco. Nasceu em uma família pobre em bens materiais (ferreiro e costureira), porém rica de fé. Sua infância ficou marcada pela primeira comunhão (que era normal ser feita aos doze anos), feita com o fervor aos sete anos, e se distingue pelo cumprimento do dever em seu lema: "Prefiro morrer a pecar". Aos doze anos de idade ocorreu um fato decisivo em sua vida: o encontro com São João Bosco, que o acolhe, como padre e diretor, em Valdocco (Turim) convidando-o para cursar os estudos secundários. Ao descobrir então os altos ideais de sua vida como filho de Deus, apoiando-se na amizade com Jesus e Maria, lança-se à aventura da santidade, entendida como entrega total a Deus. Por amor. Reza, coloca empenho nos estudos, sendo o companheiro mais amável. Sensibilizado no ideal de são João Bosco, "Dai-me almas" deseja salvar a alma de todos e funda a companhia da Imaculada, da qual sairão os melhores colaboradores do fundador dos salesianos. Tomado por uma grave enfermidade aos quinze anos, regressa ao lar paterno da aldeira de Mondonio (município de Castelnuovo d'Asti), onde morre serenamente com a alegria de ir ao encontro do Senhor, exclamando aos seus pais: “adeus queridos pais, estou tendo uma visão linda! Que lindo!" O papa Pio XII o proclamou santo em 12 de junho de 1954. (Wikipedia.org)


 

Matérias relacionadas com este assunto: